Cidadania

Representantes do Governo do Estado estiveram em Tutóia esclarecendo dúvidas sobre a implantação da Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) na cidade Publicada em 11/11/2017 15:08:48

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) assumiu, no último dia 6, a carceragem da delegacia de Tutóia, que agora passa a funcionar, oficialmente, como Unidade Prisional de Ressocialização (UPR). Para esclarecer dúvidas e explicar o funcionamento da unidade, representantes do Governo do Estado participaram de reunião em Tutóia. O evento aconteceu no Auditório do Salão Paroquial, na manhã desta sexta-feira (10).

Entre os que fizeram parte da mesa de debates estavam, o Prefeito Romildo Damasceno, o Secretário da Seap, Murilo Andrade, o Secretário Adjunto de Articulação Política do Estado, Ednaldo Neves, o Juiz, Eduardo Girão, o Diretor da Unidade Prisional, Francisco Xavier, o Delegado, Rubem Sergio, o Vereador, Paulo Rogério, o Padre Cláudio, o Pastor Gerniel e o Vice Presidente do Conselho da Comunidade de Tutóia, Elivaldo Ramos.

Murilo Andrade falou aos presentes, que a intenção do Governo do Estado é a abertura de uma Unidade Prisional, para atender as pessoas da Comarca de Tutóia e que a UPR terá uma ampliação para a melhoria das instalações, para que os internos possam ter ocupações de trabalho e estudo. Murilo Andrade afirmou que essa mudança trás mais segurança para a cidade e que o Governo do Estado sempre esteve aberto ao diálogo com a população.

O Prefeito Romildo Damasceno declarou que reconhece a importância de ter um melhoramento na delegacia, e que a cidade não receberá presídio e sim uma unidade adequada, com profissionais específicos para atuar na Unidade Prisional de Ressocialização. Romildo Damasceno reafirma que não será a favor de nenhuma iniciativa que seja negativa para o crescimento e desenvolvimento da cidade.

Fonte: SECOM 

Mais em Cidadania


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!